SMO realiza o curso de atualização com o tema “Baixa visão: avaliação, intervenção e perspectivas”

A Sociedade Mineira de Oftalmologia realizou no último sábado, 24 de fevereiro, no Centro de Convenções e Eventos da Associação Médica de Minas Gerais, o curso de atualização com o tema “Baixa visão: avaliação, intervenção e perspectivas“.

O curso foi aberto a oftalmologistas, residentes e fellows em oftalmologia, pediatras, neurologistas e acadêmicos de medicina e demais profissionais de equipes multidisciplinares como fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, pedagogos e psicólogos, com apoio da Associação Médica de Minas Gerais.

A SMO agradece a participação de todos(as)!

É com imensa satisfação que a Sociedade Mineira de Oftalmologia está na programação científica do 42º Congresso do Hospital São Geraldo, realizando dois simpósios no próximo sábado, 18.

  • 8h às 10h
    Medicina – Mídia e Carreira
    Discussões sobre “Gestão Financeira e Tributária para Clínicas” e “Marketing de Experiência na Jornada do Paciente: destaque profissional no Universo Digital
    Com Breno de Mello, Marcos Vianello, Daniela Collen, Rodrigo Hofman e Luciane Maldonado.

 

  • 11h às 13h
    Defesa e Valorização Profissional em Oftalmologia
    Apresentação e discussão sobre os relatórios de atuação jurídica da SMO e do CBO.
    Com Luiz Carlos Molinari, Elisabeto Ribeiro Gonçalves, Valério Ribeiro e Heron Pedroso.

As inscrições só poderão ser feitas no local do evento. Para mais informações, acesse saogeraldo2023.com.br.

É com imensa satisfação que a Sociedade Mineira de Oftalmologia (SMO) realiza no dia 09 de novembro, quarta-feira, às 19h30, realiza mais uma edição do SMO TALKS! O evento conta com o apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) e EssilorLuxottica.

Nesta edição, como parte da Varilux XR Séries, teremos uma aula sobre “As lentes responsivas aos olhos presbitas na era digital” com Amauri Santana (Especialista em Treinamento EssilorLuxottica), e uma palestra sobre “Dicas para uma prescrição eficaz no paciente presbita“, ministrada pelo Dr. Cesar Lipener. Teremos ainda a participação dos diretores da SMO, Breno de Mello e Luiz Carlos Molinari, como debatedores.

O evento é aberto a toda comunidade médica e será transmitido ao vivo através da plataforma ZOOM.  Participe através do LINK. Não perca!

 


Confira como foi:

O CURSO DE OFTALMOLOGIA NA ATENÇÃO BÁSICA é um evento destinado a acadêmicos de medicina e médicos que desejam ampliar os conhecimentos sobre oftalmologia na atenção básica.

O evento contará com aulas variadas ministradas por palestrantes renomados.

O curso ocorrerá em formato presencial nos dias 01 e 02 de setembro de 2023, na sede da Associação Médica de Minas Gerais (AMMG).

Faça sua inscrição clicando no link!

No dia 20 de julho, a Sociedade Mineira de Oftalmologia realizou uma palestra com o Dr. Valério Ribeiro, Advogado e Assessor Jurídico da entidade, com o tema “Responsabilidade Civil na Oftalmologia“. A palestra foi realizada via ZOOM e teve como público-alvo os médicos recém-formados da SMO.

É com imensa satisfação que a Sociedade Mineira de Oftalmologia (SMO) realiza no dia 09 de agosto, quarta-feira, às 19h30, realiza mais uma edição do SMO TALKS! O evento conta com o apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) e Abbvie.

Nesta edição, teremos as palestras “Oclusão Venosa Retiniana”, com o Dr. Jacques Houly, e “Abordagem prática da DMRI neovascular”, ministrada pelo Dr. Frederico Braga. Teremos ainda a participação dos diretores da SMO, Breno de Mello e Luiz Carlos Molinari, como debatedores.

O evento é aberto a toda comunidade médica e será transmitido ao vivo através da plataforma ZOOM.  Participe através do LINK. Não perca!


Confira como foi:

Após a formatura, a busca pelo primeiro emprego do recém-formado em medicina pode ser acompanhada por um misto de alegria, ansiedade e até mesmo sensação de insegurança. Pensando nisso, a Sociedade Mineira de Oftalmologia (SMO), com apoio da SAMMG e da AMMG, criou a Mentoria para Médicos Recém-formados, com o objetivo de apoiar e ajudar médicos que se graduaram recentemente, independente da especialidade escolhida, a esclarecer eventuais dúvidas que possam vir a surgir neste momento tão significativo e desafiador.

Confira:

Texto retirado da Jornal Jota Zero ed. 202


Depois de ocupar a vice-presidência da entidade por dois anos, Breno de Mello Vitor é o novo presidente da Sociedade Mineira de Oftalmologia (SMO). Tem como colegas de diretoria Marcos Pereira Vianello (vice-presi-dente), Luiz Carlos Molinari Gomes (secretário geral) e Wesley Moreira (tesoureiro).

O novo presidente da SMO é especialista em córnea, catarata, lentes de contato e cirurgia refrativa. Tem MBA em gestão hospitalar e atua como revisor da publicação e-Oftalmo, do CBO.

O foco de sua gestão à frente da SMO será manter o combate ao exercício ilegal da Medicina e retomar a realização de eventos presenciais, tanto para o público em geral quanto para os médicos oftalmologistas. Além disso, vai tomar medidas para garantir a saúde financeira da entidade.

No dia 26 de abril, quarta-feira, às 19h30, a Sociedade Mineira de Oftalmologia (SMO) realiza mais uma edição do SMO TALKS! O evento conta com o apoio do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), Associação Médica de Minas Gerais (AMMG) e EssilorLuxottica.

O tema dessa edição será “Progressão de Miopia: novas tendências“, com palestras dos Doutores Galton Vasconcelos e Érika Mota Pereira, além da participação dos doutores e diretores da SMO, Breno de Mello e Luiz Carlos Molinari.

O evento é aberto a toda comunidade médica e será transmitido ao vivo através da plataforma ZOOM.  Participe através do LINK. Não perca!

 


Confira como foi:

No mês de abril, especialistas fazem um chamado para o cuidado com a saúde dos olhos. Quem cuida da visão é o médico oftalmologista.

Oftalmologistas chamam a atenção, no mês de abril, para a importância do diagnóstico precoce com a visão e a prevenção à cegueira. O diretor da Sociedade Mineira de Oftalmologia (SMO), Luiz Carlos Molinari Gomes, faz um alerta para que os cuidados com a avaliação, prescrição e tratamentos só podem ser feitos com um médico especialista. “O diagnóstico de doenças oculares e a indicação seja de óculos, lentes de contato ou mesmo medicamentos, devem ser conduzidos pelo profissional formado em medicina e com obtenção do título de especialista na área.”

A Organização Mundial de Saúde (OMS) sugere como ideal a proporção de um oftalmologista para cada 20 mil habitantes. De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), o Brasil concentra mais da metade de todos os oftalmologistas da América do Sul, representando um dos maiores contingentes de especialistas no mundo. Cerca de 480 novos especialistas completam sua formação a cada ano.

Molinari ressalta que, na maioria das regiões, há uma proporção superior ao ideal, garantindo uma situação privilegiada no cenário mundial. “Entretanto, ainda se percebe uma distribuição desproporcional população/médicos entre as regiões. Há um grande número de municípios que contam com atendimento oftalmológico sazonal o que, apesar de não ser ideal, consegue diminuir a demanda reprimida local. As áreas, não cobertas regularmente por médicos oftalmologistas, são motivo de frequentes campanhas de atendimento populacional que visam resolver problemas pontuais.”

De acordo com o especialista, a atenção com a saúde ocular deve acontecer durante todas as fases da vida. Tem início na gestação, nos cuidados com a mãe durante o pré-natal, e nos recém-nascidos submetidos ao teste do olhinho, capaz de detectar, ainda na maternidade, doenças como catarata e glaucoma congênitos, tumor e outros problemas oculares. “O uso de óculos falsificados, a prescrição de óculos de grau por não médicos, o tempo exagerado de tela, a administração de medicamentos sem prescrição ou de uso caseiro, também podem levar à cegueira. Vale lembrar que é possível encontrar atendimento gratuito nos postos de saúde da rede pública, portanto, não há desculpa para não cuidar da visão.”

Molinari explica que, alguns problemas demandam maior atenção, como usuários de lentes de contato; pacientes que passaram por cirurgia refrativa; portadores de miopia; glaucoma de difícil controle; portadores de retinopatia diabética – pacientes com diabetes têm 40% de chances de ter glaucoma e 60% de desenvolver catarata –; pessoas com degeneração macular relacionada à idade (DMRI), que é uma perda progressiva da visão central, e a catarata, condição comum que ocorre com o envelhecimento. “Nestes casos, as consultas com o médico oftalmologista devem ser regulares, para acompanhamento, e não apenas visitas anuais. É possível prevenir e tratar muitas enfermidades, e quando o cuidado é iniciado precocemente, as chances são ainda maiores”, orienta.

Dados da saúde ocular

  • A estimativa mundial da deficiência visual é de 36 milhões de pessoas cegas;
  • Cerca de 217 milhões de pessoas com deficiência visual moderada ou grave e 188 milhões de pessoas com deficiência visual leve no mundo;
  • No Brasil, cerca de 3 % da população apresenta deficiência visual moderada, grave ou cegueira;
  • Muitas das causas de deficiência visual irreversível estão relacionadas ao aumento da expectativa de vida da população;
  • Na população infantil verifica-se aumento crescente de deficiências múltiplas relacionadas ao maior tempo de tela;
  • Mais de 82% de todas as pessoas cegas no mundo são maiores de 50 anos.

Garanta mais qualidade e conforto para a visão

  • Durma no mínimo oito horas por dia, menor quantidade pode causar vermelhidão ocular, vista cansada e inchaços;
  • Evite o consumo de bebidas alcóolicas, elas produzem resíduos tóxicos, o que favorece o envelhecimento precoce das células oculares, além da desidratação;
  • Tenha alimentação balanceada. A ingestão de vegetais verdes escuros é indicada, pois eles fornecem vitaminas benéficas para a retina;
  • Não esqueça os óculos escuros com proteção ultravioleta (UV). A luz UV é prejudicial às células da retina, causando o envelhecimento precoce delas. A incidência de raios UV nos olhos podem provocar catarata precoce e desenvolvimento de doenças degenerativas da retina;
  • A baixa umidade do ar causa irritação, ardência e vermelhidão ocular. Ventiladores e ar condicionados devem ser evitados, pois ressecam ainda mais os olhos. Neste caso, o uso de colírios lubrificantes, conhecidos como ‘lágrimas artificias’ é fundamental;
  • Se você precisa de óculos de grau, não deixe de usá-los. Eles evitam problemas oculares e incômodos, como dores de cabeça e cansaço das vistas;
  • Realize consultas oftalmológicas periódicas;

CALENDÁRIO

Fevereiro 2024
DSTQQSS
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
  
< Jan Mar >